Atendimento de Segunda
a Sexta das 9h as 19h
(46) 3536-7272
Rua Inês Pinzon, 553
Dois Vizinhos - PR
BLOG

Da fisioterapia ao mundo fitness, bola de pilates é símbolo de bem-estar!

Autor: Dra. Maiara S. Pimentel,   Data Criação: segunda-feira, 21 de janeiro de 2019    

Ela vem em diversos tamanhos e cores. É macia e pode ser muito divertida de usar. E é versátil: melhora a flexibilidade e o tônus muscular, ajuda no desenvolvimento motor, é auxiliar no tratamento de sequelas de lesões neurológicas e tira o estresse do dia a dia. É a bola de pilates, que das clínicas de fisioterapia ganhou lugar cativo em academias e hoje é um dos símbolos da saúde e do bem-estar.

Como funciona?
Quando está apoiado sobre a bola de pilates, o corpo "recruta" muito mais músculos do que se estivesse sobre uma superfície dura e plana, como o chão. E isso acontece porque a bola é uma superfície instável, exigindo que façamos mais força para manter o equilíbrio. Essa instabilidade, é crucial para que seja exercitado o "core", o conjunto de músculos responsáveis pelo equilíbrio e postura. As atividades com a bola de pilates promovem o fortalecimento de músculos. Além dessas regiões, são mobilizados músculos como o assoalho pélvico, o diafragma, os laterais oblíquos (externos e internos) e os paravertebrais.

Entre os benefícios dessa mobilização muscular estão:

•    Melhora de postura
•    Diminuição de dores nas costas
•    Melhora da coordenação motora
•    Melhora da respiração
•    Estimulação do sistema circulatório
•    Melhor oxigenação do sangue
•    Fortalecimento dos órgãos internos
•    Aumento da concentração e etc.

Escolhendo a bola de pilates
A bola de pilates, capaz de suportar cerca de 300 kg de peso, é encontrada em tamanhos que variam de 45 a 85 cm de diâmetro. A escolha das dimensões da bola para a prática de exercício/terapia vai depender da altura, peso e condições posturais do aluno/paciente, bem como do objetivo do exercício. Dependendo de quem vai usá-la, a bola pode ser mais ou menos inflada: bolas mais rígidas são mais instáveis, porque há uma menor superfície de contato com o solo e, portanto, o objeto se movimenta com maior velocidade; as menos infladas, por sua vez, se movimentam mais lentamente por apresentarem maior contato com o solo, e são recomendadas para o começo de treinamento ou tratamento com alunos ou pacientes.

Fonte: https://g1.globo.com
 

  Tags: #fisioterapia #fisio #pilates #fitness #bemestar  


© Copyright 2019 HARMONY
Todos os direitos reservados
Desenvolvido por
Grupo Mar Virtual